Tekoá Brasil

CAVALGADA NA PRAIA DE MOÇAMBIQUE

Cavalgando entre mata, dunas e praia em meio ao Parque Estadual do Rio Vermelho.

Percorrer as dunas de Moçambique a cavalo pode ser uma experiência inesquecível para aqueles que querem vivenciar uma das regiões mais belas da Ilha de Florianópolis. Passaremos por trechos de Mata, dunas e praia em pleno Parque Estadual do Rio Vermelho. Há também a possibilidade de cavalgar em noites de lua cheia.

*Esta atividade pode ser combinada com um tour pelo Norte ou Leste da Ilha (para maiores informações favor entrar em contato).

 

Detalhes

Horário de saída: manhã, tarde e noites de Lua Cheia (sob consulta).

Nível de dificuldade: fácil. Percurso feito em rua asfaltada, dunas, mata e praia (Recomendado para crianças desde que acompanhadas dos responsáveis).

Tempo de atividade: 1 ou 2 horas

Melhor época: Durante o ano todo.

Sustentabilidade

-Atividade realizada em áreas do Parque Estadual do Rio Vermelho.

Incluso

  • Acompanhamento condutor cavaleiro
  • Seguro

Não incluso

  • Transporte (opcional)
  • Água
  • Almoço (opcional)

*Valor por pessoa. Valor de R$75 refere-se ao passeio de 1 hr.

Informação

Depoimentos

  • “Turismo com responsabilidade. Sem agredir o meio ambiente e as pessoas!
    Os passeios da Agência tem sempre o diferencial da sustentabilidade e é isso que é muito legal! Fizemos passeios de ecoturismo e turismo comunitário, todos com ótima explicação dos pontos visitados e com integração com a comunidade local!”

    Vista panorâmica da praia dos Naufragados Thiago Cagna, ecohospedagem.com
  • “Fiz o passeio da Lagoa do Peri. O Gabriel foi meu guia. Durante à volta na Lagoa e a ida à cachoeira da Gurita, explicou-me a formação geológica da Ilha de Santa Catarina, a habitação pelos índios Sambaqui e foi até a colonização portuguesa chegando aos dias atuais! Um poço de conhecimento. Além do passeio, que é uma contemplação fantástica da natureza – vendo a Lagoa do Peri, a cachoeira e várias espécies de aves – foi uma aula de geologia, história e geografia.”

    Mayko F, Macaé, RJ