Tekoá Brasil

Lançamento da Campanha OPY – O CHAMADO GUARANI

14956620_1665537653737631_8892490250013371396_n-1

Quarta-feira, 16 de novembro.
Horário: 18:30 às 21h
Local: Auditório da FAED – UDESC
Avenida Madre Benvenuta, 2007 – Itacorubi – Florianópolis – SC

Programação:

Apresentação da campanha de financiamento colaborativo,
Debate com Karaí Wherá sobre o ORE REKO (nosso sistema), Coral TAPE MIRIM
Artesanato Guarani
Lanche da roça.

O Projeto OPY- O CHAMADO GUARANI, nasceu de um encontro com o Karaí Whera, um dos líderes do Conselho Espiritual da Aldeia Itaty – Morro dos Cavalos. Após um debate sobre a atual política brasileira e a questão indígena realizado pela UDESC fomos convidados a fazer uma visita até a aldeia. É impossível descrever como chegamos ao projeto OPY, quando percebemos o chamado já tinha acontecido e estávamos lá, estudando a área, desenhando e calculando os materiais. Ouvir do Karaí Whera as palavras: que bom que vocês chegaram,foi Nhanderú que envio vocês até aqui; fortaleceu nossa conexão com o grande espírito criador e fez florescer uma força superior no nosso ativismo pelas causas indígenas.

Sentimos o chamado Guarani para realização da campanha colaborativa para construção da OPY, com capacidade para receber até 200 indígenas em celebrações de rezo na aldeia Itaty- Morro dos Cavalos. Juntamente com a construção serão realizadas atividades paralelas como: rodas de saberes, cursos de capacitação em bioconstrução Guarani , atividades interculturais, redes de trocas de sementes crioulas com outros parentes e tinhorás.

O CHAMADO GUARANI é dedicado a todos os seres que sentem no seu coração o chamado para defender, para lutar, para apoiar, para caminhar juntos na prática de ações que fortaleçam os saberes indígenas como referência para transformação da nossa sociedade. Muitas são as razões que nos unem aqui, a principal delas é o sentimento do Teko Porã, o bem viver com a natureza. “Desde antigamente o modo de ser Guarani é andar pelo espaço guiado pelos deuses, sendo guiados pelas lideranças espirituais a beira mar, procurando a terra perfeita para a gente viver e manter a nossa vida espiritual. Nhande kuery ete’i ikuaí vy oguata okua py vy yy he’ê rembe re yvy rupi nhaneramoî opita’i va’e rembikuaa rupi oeka okua py yvy marae’y ikuaí pora’î água.” Karaí Wherá (Marcos Morreira ou Marquinhos)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *